ANVISA EXIGE AUTORIZAÇÃO PRÉVIA PARA EXPORTAÇÃO DE PRODUTOS DESTINADOS AO COMBATE DA COVID-19

 A ANVISA alterou a RDC n° 352, de 20 de março de 2020, que dispõe sobre a autorização prévia para fins de exportação de matéria-prima, produto semi-elaborado, produto a granel ou produto farmacêutico acabado destinados ao combate da COVID-19.

Com isso, a exportação de cloroquina, hidroxicloroquina, azitromicina, fentanil, midazolam, etossuximida, propofol, pancurônio, vancurônio, rocurônio, succinilcolina e ivermectina na forma de matéria-prima, produto semi-elaborado, produto a granel ou produto acabado, bem como de seus sais, éteres e ésteres necessitarão, temporariamente, de autorização prévia da Anvisa (RESOLUÇÃO – RDC Nº 370, DE 13 DE ABRIL DE 2020)

A referida autorização será válida até 18 de setembro de 2020.

Posts Relacionados

Compartilhe:

Posts Recentes

Envie uma mensagem