STJ RECONHECE POSSIBILIDADE DE DESCONSIDERAÇÃO DE PERSONALIDADE JURÍDICA EM EXECUÇÃO FISCAL

Além do redirecionamento de execução fiscal, o STJ tem admitido a responsabilização de sócios, em execuções fiscais promovidas contra as empresas, por meio do incidente de desconsideração da personalidade jurídica. Mas, para isso, cabe ao fisco demonstrar que ocorreram efetivos atos de desvio de finalidade, confusão ou esvaziamento patrimonial da empresa.

Posts Relacionados

Compartilhe:

Posts Recentes

EVENTO SOBRE LICENCIAMENTO AMBIENTAL

O advogado Alessandro Panasolo falará, em evento virtual do Sindicato da Construção Civil – SINDUSCON-PR, sobre a Nova Lei Geral de Licenciamento Ambiental. O evento

MARCO LEGAL DAS STARTUPS

Desde que as startups se tornaram uma realidade no empreendedorismo brasileiro, estudiosos do Direito Empresarial passaram a discutir a necessidade de instituição de uma legislação

Envie uma mensagem